Análise games - Mass Effect 2


Grandioso e imersivo! 

Mass Effect 2, RPG de ação em terceira pessoa desenvolvido pela BioWare e distribuído pela Eletronic Arte. Lançado em janeiro de 2010, para PCs, XBox 360 e PS3, também disponível para XOne através da retro compatibilidade.

A história de Mass Effect 2 começa de forma dramática, com a Normandy sendo fortemente atacada e destruída, com o comandante Shepard sacrificando se para salvar a sua tribulação. Dois anos se passam e Shepard é ressuscitado pela organização Cerberus, através do programa Lázaros. Mas assim que Shepard desperta as instalações da Cerberus são atacadas por misteriosos alienígenas, após um intenso combate Shepard descobre os motivos para o seu retorno, ajudar a Cerberus a deter os Collector, que estão abduzindo colônias inteiras de humanos, cabe a Shepard recrutar uma equipe com os melhores combatentes da galáxia para deter a nova ameaça.

A trama do game é ainda mais profunda e interessante que a do jogo anterior, apesar da narrativa parecer um pouco arrastada, pelo fato do jogador passar a maior parte da campanha recrutando aliados para Shepard é inegável que a cada nova missão o já rico universo de Mass Effect se torna ainda melhor, seja por revelar um pouco mais da cultura de determinada raça, seja por apresentar uma excelente subtrama pessoal dos companheiros de Shepard e histórias pessoais é o que Mass Effect 2 tem de melhor principalmente por focar no desenvolvimento do relacionamento entre o herói e a tripulação da Normandy. Acredite realizar as missões de lealdade dos personagens é quase tão bom quanto descobrir a verdade por trás dos Collector, além de ser fundamental para o sucesso da missão final, que por sinal é uma das mais intensas de toda a saga.

Muitos personagens do primeiro game retornam, como Garrus, que é considerado um dos melhores companheiros de toda a saga, ou Tali que desenvolve uma excelente missão de lealdade envolvendo a raça Quarian e a frota migrante e os que não retornam abrem espaço para novos personagens que são ainda mais interessantes que a equipe do game anterior, citando alguns exemplos temos Mordin Solus, cientista da raça Salarian, que tem uma das melhores missões de lealdade do game, além de protagonizar uma das cenas mais hilárias de todo o jogo, ou ainda o assassino Thane, da excêntrica raça Drell e é claro temos a bela e estonteante Miranda, que foi geneticamente alterada para se tornar uma humana perfeita em todos os sentidos possíveis.

Em termos de jogabilidade o game teve uma nítida melhora, o sistema de combate e cobertura estão mais eficientes e funcionais, deixando o gameplay mais fluido e prazeroso. Porém o sistema de progressão foi simplificado, as habilidades de Shepard e de seus companheiros foram diminuídas, assim como a variedade de armamentos. As melhorias das armas, armadura e da própria nave estão bem mais objetivas, podendo ser realizadas diretamente em um terminal da Normandy.

Outra simplificação, porém positiva, foi no sistema de exploração, enquanto no primeiro game era possível explorar pequenos mapas abertos, algo que era extremamente monótono já que havia muito pouco a ser explorado, aqui o game permite aterrissar apenas em planetas onde ha de fato uma missão a ser cumprida e os mapas sempre serão lineares, dando objetividade às missões.

Todo RPG apresenta um sistema de obtenção de recurso, em Mass Effect 2 isso não é diferente, aqui o jogador deve ir até um planeta e escanear a sua superfície para identificar os locais com maior concentração de recursos podendo enviar sondas para coleta-los, tais recursos são utilizados para realizar melhorias tanto no armamento, quanto na Normandy. Em um primeiro momento esse sistema é interessante, porém ele se torna monótono e cansativo rapidamente.

A ambientação teve uma melhora gritante, tanto graficamente, quanto em variedade. No primeiro game havia certa "reciclagem" de ambiente que se repetiam, principalmente nas missões secundárias, em Mass Effect 2 isso não acontece, a cada nova missão o game te surpreende com ambientes belos e bem detalhados, por mais que os cenários tenham se tornado mais lineares que no seu antecessor, a sensação a cada novo cenário e de descoberta e de novidade.

Mass Effect 2 é um excelente RPG de ficção científica, com uma trama interessante e surpreendente, principalmente no que tange no desenvolvimento de personagens, além de apresentar um divertido gameplay. Um game que marca pela sua ótima narrativa e profundidade, por valorizar as escolhas do jogador, assim como as suas consequências.


"Eles querem saber do que somos feitos? Eu digo que vamos mostras a eles, da nossa maneira. Vamos levar nosso povo pra casa". - Shepard.


Informações adicionais:
Nota geral: 9,5.
Tempo dedicado ao game: 44 horas.
Conquistas desbloqueadas: 42 de 50 (Conquistas dentro do jogo).
Dificuldade: Normal.
Fica a dica: Invista no relacionamento dos personagens e faça todas as missões de lealdade, o melhor de Mass Effect 2 são tais missões.
Gameplay: Clique aqui.
Imagens durante a jogatina: Clique aqui.
Vale o preço? Sim! Compre com ou sem desconto!
Modo de jogo: Exclusivamente Singleplayer.
Idioma: Inglês, com tradução disponível no site TriboGamer.

Comentários

Postagens mais visitadas